metrics influencer

Em um mercado que transaciona mais de 15 bilhões de dólares por ano, os indicadores de resultado se tornam fundamentais.

Em um mercado que transaciona mais de 15 bilhões de dólares por ano, os indicadores de resultado se tornam fundamentais.

O marketing de influência é um mercado relativamente novo e ainda pouco explorado pelas marcas. Há nichos em que poucas empresas dominam com propriedade, como o de nano e micro-influenciadores com taxas de engajamento acima da média dos maiores influencers digitais. Isso culmina em um mercado cheio de oportunidades e com uma dor latente: como mensurar o resultado do marketing de influência. 

Por isso, a PickMe preparou uma curadoria com os principais indicadores a serem mensurados. Lembrando que o marketing de influência pode ser escolhido pelas marcas para sanar diversas dores do negócio dentro do funil de conversão, como branding – ajuda na criação de autoridade de marca, awareness, conversão direta (ex: venda por cupom), entre outras estratégias.

Taxa de Engajamento %

Se engana quem pensa que a principal métrica do marketing de influência é o número de seguidores de um influenciador. O tamanho da sua audiência é válido e nos diz muito sobre ele. Entretanto, com surgimento de ferramentas que automatizam a adesão de seguidores fakes aos perfis, o número de seguidores de um influenciador precisa ser cruzado com outros indicadores como a taxa de engajamento.

A taxa de engajamento ou taxa de interação nada mais é do que a média de interações que este influencer consegue obter com sua audiência. O cálculo se dá da seguinte maneira:

Média de interações por post (likes, comentários, visualizações), dividida pelo número de visualizações ou o número de seguidores x 100. 

Exemplo: 100 likes + comentários / 2.000 seguidores x 100 = 5%

Número de seguidores

Como mencionado anteriormente, o número de seguidores ou inscritos do influenciador é um fator crucial. Porém, deve ser mensurado em conjunto com a taxa de engajamento, para identificar se sua audiência é verdadeira. Essa volumetria clusteriza o influenciador em níveis de influência:

  • Nano-influenciador: até 10 mil seguidores.
  • Micro-influenciador: entre 10 mil e 100 mil.
  • Inter-Influenciador: entre 100 mil e 500 mil.
  • Macro-influenciador: entre 500 mil e 1 milhão.
  • Mega-influenciador: mais de 1 milhão.

Alcance de seguidores e não-seguidores

Com a chegada do Reels, a metrificação do alcance orgânico de seguidores e não-seguidores se tornou algo de extrema valia. Imagine uma marca poder investir em um criador de conteúdo sem precisar impulsionar seus posts para conseguir um engajamento acima da média? Isso é um dos cenários mais procurados pelas empresas. Otimizar seu budget e gerar valor a marca através de conteúdo rico para sua audiência. 

Atualmente o Reels é o melhor formato para alcance orgânico de não seguidores dentro do Instagram. Nas últimas campanhas, chegamos a alcançar um número extraordinário de não seguidores que visualizaram os Reels em 30 dias. O número de não seguidores alcançados chegou a ser 15x maior que o número de seguidores do influenciador.]

AQS (Audience Quality Score)

O site Hype Auditor consegue mapear as principais informações do influencer, trazendo métricas como a evolução mensal de seguidores, taxa de engajamento, média de likes e comentários, interesses da audiência, entre outros indicadores de performance que montam o AQS (Audience Quality Score) do influenciador. Vale a pena conferir antes de iniciar uma campanha.

Quer saber mais sobre o marketing de influência?
Fique de olho no blog da PickMe, com mais dicas a qualquer momento.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: