social commerce

Dados revelam que 74% dos brasileiros usam redes sociais para comprar

O Social Commerce, ou comércio realizado através das redes sociais, é considerado o ato de comprar um produto ou serviço de forma nativa nas plataformas de redes sociais, como Facebook, Instagram ou WhatsApp. O seu pilar fundamental está constituído em aproveitar o potencial de uma comunidade para realizar movimentações de consumo.

O Social Commerce vai além do ato de compra. Ele também se faz presente na interação que as redes sociais proporcionam com a troca de informação sobre os produtos da marca. Por exemplo, um usuário pode ver um produto através do perfil de um influenciador no Instagram ou TikTok, pesquisar o preço via Google Shopping e ir até uma loja física comprar.

Esta interação entre canais é o que chamamos hoje de omnichannel. A força de venda por canal de forma isolada perde a sua força e começamos a olhar todos eles integrados até chegar a compra. Um olhar que prioriza o usuário, acima do canal de compra.

Uma pesquisa da All iN/Social Miner revelou que 76% dos usuários recorrem às redes sociais para pesquisar itens de desejo – 56% deles para ter acesso a avaliação de outros clientes e 54% para comparar preços. Os clientes das classes A e B são os que mais se interessam pela experiência de compra de outras pessoas (75%), enquanto entre o público de classe C, D e E, a porcentagem fica em 65%.

Outro dado importante, que mostra o crescimento do Social Commerce é que cerca de 74% dos brasileiros usam redes sociais para comprar efetivamente, de acordo com a pesquisa. Apenas mais um indício da capacidade de influência e movimentação que uma comunidade possui.

Dentre este percentual de 74%, a maioria dos usuários compra por:
Google Shopping (53%)
Instagram (50%)
Facebook (43%)
Whatsapp (37%)

O levantamento mostra que 37% dão uma espiadinha em busca de ofertas nos e-commerces favoritos pelo menos uma vez por mês e 23% acessam a rede semanalmente para fazer compras.

A importância das avaliações

Ouvir o usuário e melhorar seus produtos, nunca foi tão importante. 75% dos consumidores têm o hábito de avaliar lojas e marcas das quais compram, 62% fazem isso nos sites das lojas/marcas, 35% em sites como o Reclame Aqui, e 34% nas redes sociais da marca, ou nas suas próprias redes sociais (que é a opção de 26% dos respondentes).

Além disso, 56% aderiram às redes sociais para pesquisar sobre produtos com o intuito de ter acesso às avaliações de outros compradores e 67% vão direto aos comentários de outros clientes para saber como foi a experiência deles com a marca. As redes sociais têm se mostrado uma importante vitrine, tanto para o lado positivo quanto para o negativo, além de ser uma grande ferramenta de fidelização.

Se ainda restam dúvidas sobre o que é o Social Commerce e seu potencial, vale experimentar as vantagens dessa experiência de compra.

Quer lucrar com a influência digital? Cadastre-se agora na PickMe!

Quer saber mais de como se tornar um influencer?
Fique de olho no blog da Pickme, com mais dicas a qualquer momento.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: